Confira a seguir o artigo do nosso Lincensed Immigration Adviser Steve Norrie:


Nau Mai Haere Mai!

Na minha primeira coluna eu apresentei o conceito do Educate → Migrate Pathway para residência. Eu gostaria de expandir isso um pouco mais, explicar como funciona e porque esse é o caminho “mais seguro” para você e sua família conseguirem residência.

The Educate  Migrate Pathway

Seguindo esse caminho:

  • Um dos cônjuges se matricula em um curso de pós-graduação de pelo menos um ano. Para qualificar é preciso ter um Diploma de Bacharel (ou acima) e IELTS 6.5 – módulo acadêmico, ou equivalente. Algumas instituições de ensino têm seu próprio teste interno que pode ser feito ao invés do IELTS.
  • O outro cônjuge aplica para um Visto de Trabalho como partner (Partnership Based Work Visa) baseado no fato de que o seu parceiro está aplicando para um visto de estudante para fazer um curso de pós-graduação (level 8 ou acima, ou level 7 que esteja no shortage list). Esse é um visto de trabalho em aberto que entitula seu portador a trabalhar período integral para qualquer empregador.
  • Pelo fato do parceiro ter um visto de trabalho em aberto os filhos em idade escolar (5 a 18 anos) são elegíveis para aplicar para um visto de estudante como estudante doméstico (i.e. educação gratuita).
  • Crianças abaixo de 5 anos terão um visto de visitante.

Pense nesse caminho como as pétalas de uma margarida. Cada visto é ligado ao outro. O cônjuge que tem o visto de estudante passa o direito para trabalhar para seu parceiro e o parceiro passa o direito a estudar gratuitamente para seus filhos em idade escolar. Como uma margarida, você precisa de cada link (ou pétala) para fazer a corrente.

Por que esse é o caminho “mais seguro”?

Uma vez que o parceiro que está fazendo o curso se gradue ele terá direito a aplicar para um visto de trabalho em aberto por mais um ano (Study to Work visa). A margarida é então renovada e o outro parceiro também renova seu visto de trabalho por mais um ano e seus filhos o visto de estudante ou, se aplicável, de visitante.

Esse caminho assegura que durante todo o tempo um dos cônjuges tem um visto de trabalho em aberto. O outro cônjuge enquanto estudando tem direito a trabalhar 20 horas por semana e após sua graduação direito a trabalhar periodo integral.

Vistos abertos são muito valiosos. Muitos imigrantes vêm para a Nova Zelândia com um visto de trabalho qualificado que dá direito para trabalharem apenas para um empregador. Isso significa que eles ficam extremamente dependentes daquele empregador. Eles correm o risco de seu empregador fechar o negócio ou torná-los redundante. Quando chega a hora de renovar o visto, eles correm o risco do empregador não cumprir os requesitos de colocar um anúncio ou, se eles colocarem, de um cidadão ou residente aplicar para a vaga e como resultado seu visto é negado.

Para uma família isso pode ser catastrófico. A corrente da margarida é quebrada. Porque um cônjuge não mais tem um visto de trabalho qualificado, o outro perde o visto de partner e as crianças o visto de estudante.

Eles são deixados à mercê de um futuro incerto. Eles devem ou ir para casa ou correr o risco de serem deportados porque agora estão na Nova Zelândia ilegalmente.

O Educate → Migrate Pathway é o mais seguro pois é o único caminho que oferece a família a independência de um empregador específico.

Caminho para a Residência

O Educate → Migrate também oferece a você pontos extras que podem ser essenciais para você ter sucesso na sua residência. Completando um ano de curso de pós-graduação (level 8) significa que você terá 10 pontos extras. Se seu curso aumentou sua qualificacão você poderá obter ainda mais pontos. Por exemplo, se você tem um Bacharel (level 7) e estuda um Mestrado (level 9) sua nova qualificação irá lhe dar mais 10 pontos adicionais.

Esses incrementos podem não parecer muito, mas agora que o limite para aplicar para uma Expressão de Interesse como Imigrante Qualificado aumentou de 140 para 160 pontos, esses pontos adicionais podem ser críticos para suas chances de sucesso.

Se você estiver em dúvida se seu curso irá ou não lhe dar direito a reinvidicar pontos suficientes para aplicar um EoI, eu recomendo que você marque uma consulta comigo para avaliar qual será o resultado dos seu pontos.

Perguntas?

 Se você tiver quaisquer perguntas de natureza geral sobre este tópico ou qualquer outro assunto de imigração, é só me enviar um email. A cada mês também responderei uma seleção de perguntas dos leitores desde que sejam de natureza geral. Os detalhes de quem tiver uma pergunta publicada não serão divulgados de modo a manter sua confidencialidade. Por esta razão eu não posso responder a perguntas específicas, como a minha resposta poderia identificar o leitor.

Eu os convido a me enviar um email para  steve@visafeliz.co.nz com suas perguntas. Eu irei selecionar suas perguntas e responder na minha coluna durante os próximos meses.

Hei Konā rā

Steve Norrie


Quer saber mais sobre os serviços oferecido pelo Steve Norrie? Acesse o website da Visa Feliz: www.visafeliz.co.nz ou o perfil do Steve no Facebook: NZ Visa